domingo, 21 de setembro de 2008

Explosão silenciosa


Imperturbável,
velha árvore floresce.
A vida ainda pulsa!

Silent explosin

(Imperturbable,
the old tree blossoms.
Life still pulsates.) (?)

(agradeço a amiga Elizabeth, a imagem da maravilhosa árvore, pela comemoração do 21/setembro/2008, meio século de existência)



4 comentários:

elizabeth disse...

À você, pés fincados na terra, mas alça vôos imago-poéticos, um início da segunda metade pleno de frutos coloridos e perfumados. Congratulations regado a 'adriano'!

Ver@cidade disse...

Obrigada querida amiga. Sua imagem, um belo retrato. Quanto ao seu presente, o delicioso Adriano Ramos Pinto, me levou a comemorar com o terrível Chronos os minutos fatais de seu furor implacável. Mas este haicai é impublicável, ahahahahahah

solfirmino disse...

Adorei Vera, lembrei de algumas coisas que escrevi, como o cacto no deserto e outras coisas sobre árvore mesmo. Instante mágico de vida captado em palavras. Adorei.
A minha foto não é de uma "grande árvore", mas ainda pulsa:
http://www.flickr.com/photos/33283388@N00/290036552/

betharr disse...

re_visitado o blog para novamente desejar um ótimo 'feriado' asseguradas as boas lembranças e o desejo de que permaneçamos sonhando os bons sonhos daquele então. crescemos muito naquele memorável território. Namastê!