domingo, 27 de novembro de 2016

Poesia da Canastra





Sob o seu olhar,
dançam as hastes ao vento.
Arte de luz!




terça-feira, 22 de novembro de 2016


Inarredável
admirável árvore floresce
a vida pulsa!


Vista do Santuário de Santa Terezinha, em São Manuel.

Em homenagem ao amigo Vitu, pelo seu aniversário em 31/10/ 2016

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Os disfarces criativos da persona e as revelações da alma

(em 7 haicais)



No jardim perambula
a menina tristonha
rosa ela encontra.




Doce perfume
Inspira menina
rosa vermelha






Calada ela fica
o medo invade de novo
sorriso amarelo.




Sol a pino
trabalho, trabalho,
anda menina.




Já é meio dia,
faz-se o caminho.
Não há sombras.




Fim de tarde
a menina caminha
procura o horizonte.





Triste menina
no jardim caminha
sonhos sonhados. 



sexta-feira, 3 de maio de 2013


Cavaleiro(a)  errante

Os sonhos são os mesmos

Mas os gigantes são outros
Tempos modernos




Entre Saragoza e Barcelona

domingo, 9 de janeiro de 2011

Mais um pôr do sol

Calma e silêncio
noite escura vem caindo
outro dia se foi.


Pôr-do-sol na praia de Itanhaém 

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Haicai para o Dia da Árvore

*
Em meio à fumaça
ergue-se a velha árvore -
ainda há flores.



21 de setembro - Dia da Árvore
(velho jacarandá da Avenida Sumaré)
 

terça-feira, 20 de julho de 2010

Haicai para Van Gogh

*
Delicadas hastes
curvam-se ao vento -
campos fecundos.


(Soft stems/ bend in the wind/ fecund fields.)




domingo, 27 de junho de 2010

sábado, 26 de junho de 2010

domingo, 9 de maio de 2010

No dia das mães

8
Em meio ao lodo
tudo é tão transitório
bela, surge a flor.
8

domingo, 10 de janeiro de 2010

*
Floresta escura
coração imerso nas sombras
as águas não param.

foto original por verarenm
Posted by Picasa

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Carlos vê a lua (III)

obrigada Carlos
Ponto branco
Ponto quase perfeito
Feito de Luz e de silêncio
Chama se Lua ... diz se Lua
E eu aqui no meio da rua
Esperando enfim o teu sorriso...
A Lua naquele ponto...ponto a ponto
Foi a minha testemunha
E ri certamente .....
Afinal não senti o teu sorriso....
E se sentir ....foi da lua.
por Carlos Filipe




Tarde e silêncio
sua ausência chora em mim
lua, testemunha lua.

(Evening and silence/the crying want of you/moon, the witness)

Carlos vê a lua (II)

obrigada Carlos
De Sombra e Luz crio sempre o movimento
Com que afago um rosto imaginário
No peso da ausência tão forçada
Da solidão consentida...
ou se calhar com sentido
De azuis incertos como gritos
E nuvens apenas porque existem

por Carlos Filipe
*

Foto por Verarenm

Carlos vê a lua (I)

obrigada Carlos

Brilho suave como só a lua
Que em dias bem escolhidos
Mostra o brilho mesmo nua.....
Roupa na lua seria até preconceito....

Assim está bem...
fica nua com o brilho
bem perfeito

por Carlos Filipe

http://www.fotothing.com/EuCarlosFilipe/

Foto por Verarenm

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

domingo, 21 de junho de 2009

Mudanças

*
Tempus fugit I
*
Repousa no leito
o tempo sem pressa
fim de jornada.







Tempus fugit II


Final de outono,
um novo horizonte
ipês em festa.



sábado, 20 de junho de 2009

Celebração

*
Luzes na vidraça
quando o sarau acontece
o tempo pára.

dedicado à Nora, pelo seu aniversário em 09/06/2009




Foto por Vera

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Haicai para Vera

*

las hojas verdes
se elevan presurosas
en busca del sol
*

Muchas gracias Nora, por mais este haicai maravilhoso e imagem luminosa!


Fotos de Nora (Milibuh)

sábado, 6 de junho de 2009

"The Old Glory (Three Roads)", disse o fotógrafo

*
Almas se encontram
estrada longa a seguir
uma fecske * voou.
*
*fecske= andorinha em húngaro

(Two souls are/ Long road to follow /a fecske (swallow) flew.)
*

Foto por Willian